Español  Portugues  EnglishAdicionar aos Favoritos   
Artigos -> Doencas dos cactos (parte 1)

Doencas dos cactos (parte 1)

DOENÇAS DOS CACTOS (1ª parte)

Se aparecem fungos em alguns cactos, cor ferrujem, na implantação dos espinhos, que posso fazer?
Isso é, provavelmente, Antracnose. Tens que usar um produto contra os fungos de preferência que seja sistêmico (que o produto possa se incorporar, por absorção, à planta inteira) e de contato ao mesmo tempo, de amplo espectro, que atue sobre a Antracnose. (encontra-se nas agropecuárias, ou nas casas de produtos para jardim).


Se alguns cactos apodrecem, que posso fazer para evitar?
Um conjunto de fungos apodrescem os cactos: Botrytis, Phitophtora, Monilia, entro outros. Tens que usar um fungicida (de preferência que seja sistêmico e de contato ao mesmo tempo) específico para esses fungos, que são muito danosos, mas, ao mesmo tempo, que também o fungicida seja de amplo espectro, para que outros fungos possíveis sejam combatidos . Você tem que descartar a planta enferma e a terra que a contém. Algumas vezes, no caso dos cactos colunares ou pendurados, cortando-se a parte enferma do talo da planta e deixando-o cicatrizar a parte sã; pode salvar-se a planta: Replantando novamente a parte sã e deixando-a enraizar.


a) Pequenas mudinhas de cactos sendo atacadas pela Botrytis b) Cacto atacado pela Phytophtora infestans.

Como prevenir a aparição de fungos em nossos cactos?
Para prevenir/evitar doenças de fungos em nossos cactos, as plantas devem estar em lugares com bastante luz solar, e em vasos de plantas com bom drenagem e composto poroso, em um lugar ventilado. Você tem que evitar excesso de rega (veja nosso artigo sobre rega dos cactos). Se você tem seus cactos numa estufa, deixe o ar circular dentro da estufa, especialmente pelas manhãs e pela tarde, exceto se o tempo estiver muito frio. Se você deixa o ar circular, você prevenirá o aparecimento de fungos. Fungos são, sem dúvida, o inimigo principal dos cactos, e eles podem matar os cactos em um período de tempo relativamente pequeno ou pode manchar a pele dos cactos, deformando a planta.
Uma sugestão: usando uma mistura de Captan e Benomil (dois fungicidas bem conhecidos) é suficiente para prevenir fungos que causam o apodrescimento dos cactos.


Meus cáctus têm algumas manchas como de algodão, e outros que parescem 'como se os cactos tivessem caspa que os está cobrindo', o que está acontecendo?
A coisa mais provável é que eles estão sendo atacados pelas cochenilhas farinhentas: São insetos que absorvem a seiva dos cactos. Você pode matar-lhos com um inseticida específico que age contra cochenilhas farinhentas (como os inseticidas supration, supracid, etc.). É muito útil aplicar este inseticida misturado com óleo mineral (também comercializado como 'Biosoap' no Brasil) que é (o óleo mineral), o mais útil para combater as cochenilhas farinhentas e é, além disso, quando o óleo mineral é aplicado só, um inseticida de baixa toxicidade para todo o resto dos insetos útis (abelhas, vespas, etc.). Quando Você tem poucos cactos afetados, aplicando um hisopo com álcool nos insetos basta para lutar contra essas 'visitas problemáticas'.

Precauções: Óleo mineral versus Fungicidas. Importante: Nunca pode ser usado simultaneamente o óleo mineral (inseticida solúvel oleoso contra cochenilhas farinhentas) junto com fungicidas, porque, por um lado produz a precipitação do fungicida, ou empastamento do fungicida, já que o óleo elimina a emulsão / suspensão que torna possível que o fungicida fique 'diluido' na água e, por outro lado, o óleo mineral cria um filme oleoso na superfície da planta, enquanto prevenindo a aderência satisfatória do fungicida à epiderme da planta. Além disso, o óleo cria um filme na superfície da planta que impede a troca de gás e a evapotranspiração na epiderme da planta que promove as possibilidades de expansão dos fungos que vão 'aproveitar' este fator para atacar a planta doente mais completamente. Sempre deixe atuar pelo menos duas semanas o fungicida antes de aplicar óleo mineral, e vice-versa.